Em stand by

   Ai você fica jogada em um canto, quase em um coma consciente, esperando o excesso de açúcar no sangue se dizimar. 
A pressão baixa, o olhar perdido e a cabeça ausente, sem reação. 
O sono chega, os olhos pesam e o coração acalma.
Mas tudo isso não antes de sofrer, de querer sumir, de correr a uma velocidade sem importância desde que o vento lhe sopre o rosto, lhe bagunce os cabelos e te leve para outra dimensão, onde o tempo é relativo e você pode adiantar, atrasar ou simplesmente parar o relógio.

Mas nada adianta,


   Ai vc fica jogada em um canto, quase em um coma consciente, esperando o excesso de açúcar no sangue se dizimar. 
A pressão baixa, o olhar perdido e a cabeça ausente, sem reação. 
O sono chega, os olhos pesam e o coração acalma.

 


Um comentário:

  1. Nossa que lindo! Poético e verdadeiro, você tem talento! Parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir